JF DIorio/Estadão - 29/10/2014
JF DIorio/Estadão - 29/10/2014

JBS se une ao Alibaba para vender carne

Acordo comercial busca expandir negócios da dona do Friboi nos mercados para clientes corporativos e consumidor final da China, principalmente para carne bovina

Nayara Figueiredo, O Estado de S.Paulo

07 Novembro 2018 | 04h00

A gigante de carnes JBS, dos irmãos Batista, informou nesta terça-feira, 6, que assinou um memorando de entendimentos com a gigante chinesa de e-commerce Alibaba para vender carnes na China, em um acordo que pode movimentar até US$ 1,5 bilhão em três anos.

O documento foi assinado por Renato Costa, presidente da JBS Carnes Brasil, e Richard Wang, executivo da Win Chain, subsidiária da gigante Alibaba, que é dedicada à indústria de alimentos frescos e que coordena a cadeia de suprimentos da companhia, afirmou a empresa brasileira em comunicado ao mercado.

Segundo a JBS, o acordo comercial permitirá expandir negócios da dona do Friboi nos mercados para clientes corporativos e consumidor final da China, principalmente para carne bovina. O país é um dos principais destinos dos produtos da JBS.

A companhia já vinha fazendo testes com o Alibaba para atender à demanda de cortes e embalagens do comércio eletrônico. Os primeiros embarques para atender a pedidos devem acontecer em 30 dias.

Mercado doméstico

No Brasil, a JBS, líder do segmento, adotou uma estratégia agressiva de vendas com a abertura de lojas da Swift para vender diretamente ao consumidor.

Mais conteúdo sobre:
JBSAlibabaagronegócio

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.