JBS vai aumentar capital em até R$ 3,479 bilhões

O frigorífico JBS informou, por meio de fato relevante divulgado ao mercado, que seu conselho de administração decidiu ontem realizar o aumento do capital da companhia e que a diretoria do BNDESPar aprovou a utilização dos créditos das debêntures de sua titularidade na operação.

EQUIPE AE, Agencia Estado

18 de maio de 2011 | 12h02

O aumento de capital da companhia será no montante de até R$ 3,479 bilhões, mediante a emissão privada de ações ordinárias, pelo preço de emissão por ação de R$ 7,04. Os acionistas da companhia, na proporção do número de ações que possuem, terão preferência para a subscrição das novas ações ordinárias a serem emitidas.

A empresa informa ainda que a operação está sujeita às seguintes condições: aprovação, pela maioria dos titulares das debêntures, em assembleia geral de debenturistas, dos termos e condições de aditamento à 1ª Emissão de Debêntures Conversíveis em Ações e com Cláusula de Permuta, emitidas pela JBS; e aprovação, pela assembleia geral extraordinária de acionistas da companhia, da dispensa da obrigação de efetivar a oferta pública de aquisição de ações e dos termos e condições do aditamento.

Implementadas essas condições, farão jus ao direito de preferência os acionistas titulares de ações na data da divulgação das deliberações tomadas em assembleia geral extraordinária e assembleia geral de debenturistas, a serem convocadas.

"Esta operação é um passo importante, pois elimina as incertezas acerca da obrigatoriedade de realização de oferta pública de ações da JBS USA Holdings, Inc., bem como permite a melhoria da estrutura de capital, com benefícios significativos e, consequentemente, em geração de valor para a companhia e seus acionistas", diz o fato relevante.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.