Johnson & Johnson tem vendas abaixo do previsto, corta previsão

A Johnson & Johnson teve vendas no segundo trimestre abaixo do esperado e cortou a previsão de lucro anual, citando impactos cambiais negativos. Apesar disso, a companhia divulgou nesta terça-feira lucro que superou por pouco previsões de Wall Street.

Reuters

20 de julho de 2012 | 13h23

A companhia lucrou 1,41 bilhão de dólares, ou 0,50 dólar por ação, no segundo trimestre, ante 2,78 bilhões de dólares, ou 1 dólar por ação, no mesmo período do ano passado, quando a empresa teve um grande encargo por causa de reestruturação da unidade de aparelhos coronários Cordis.

As vendas no trimestre somaram 16,48 bilhões de dólares, abaixo da previsão de Wall Street de 16,69 bilhões de dólares.

Excluindo uma série de grandes encargos, a Johnson & Johnson ganhou 1,30 dólar por ação no período. Analistas, em média, esperavam 1,29 dólar por ação, de acordo com a Thomson Reuters I/B/E/S.

Tudo o que sabemos sobre:
EMPRESASJNJRESULTS*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.