Kroton divulga parecer sobre a fusão com a Anhanguera

A Kroton Educacional e a Anhanguera Educacional Participações informaram que Ofício do Ministério Público Federal junto ao Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) emitiu parecer de conteúdo opinativo em relação à associação das companhias.

NATALIA GÓMEZ, Agencia Estado

10 de abril de 2014 | 15h25

O parecer recomenda a transferência da mantença da Anhanguera no mercado de graduação EAD (ensino a distância) e a transferência dos ativos da Anhanguera nos mercados de graduação presencial identificados como problemáticos. A transferência de mantença é o que ocorre quando uma instituição de ensino (por exemplo, uma faculdade) sai de dentro de um grupo mantenedor e passa a ser administrada por outro grupo.

Segundo fato relevante, as companhias continuam buscando uma solução negociada junto ao Tribunal do Cade "que inclua remédios para as preocupações concorrenciais identificadas em relação à oferta de ensino superior na modalidade presencial, bem como no que diz respeito à oferta de ensino superior a distância, tudo com vistas a obter a aprovação do acordo de associação dentro do prazo legal".

Tudo o que sabemos sobre:
krotonanhanguerafusão

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.