Kuweit estuda compra de caças franceses Rafale

O Kuweit espera comprar jatos de combate avançados Rafale, da França, e aguarda as condições de Paris, disse o ministro de Defesa do Kuweit, xeique Jaber al-Hamad al-Sabah nesta quarta-feira.

REUTERS

21 de outubro de 2009 | 16h36

"Obviamente estaríamos orgulhosos de ter o Rafale no coração de nossas forças armadas no Kuweit. Esperamos ver as condições para isso em breve", disse o xeique Jaber a repórteres após encontro com seu equivalente francês, Herve Morin, em Paris.

"É verdade que esperamos ter o Rafale em nossa força aérea", afirmou, em comentários traduzidos para o francês por um intérprete.

O Rafale, o maior novo avião de combate da Dassault, tornou-se o centro da indústria bélica da França, mas tem enfrentado problemas em encontrar compradores, apesar dos esforços das autoridades francesas.

O governo brasileiro, que analisa propostas para a compra de aviões de combate para a modernização da frota da Força Aérea Brasileira (FAB), afirmou no início do mês estar mais inclinado a adquirir os caças Rafale pela oferta de transferência irrestrita de tecnologia.

(Reportagem de Crispian Balmer)

Tudo o que sabemos sobre:
AEREASDASSAULTKUWEIT*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.