Arquivo pessoal/Marta
Arquivo pessoal/Marta

Latam anuncia jogadora Marta como líder de diversidade e inclusão

Atleta vai ajudar companhia aérea a cumprir metas em três pilares: gênero, pessoas com deficiência e diversidade de profissionais, com diferentes idades e raças

Juliana Estigarríbia, O Estado de S.Paulo

20 de julho de 2021 | 17h45

A Latam anunciou, nesta terça-feira, 20, a jogadora Marta como líder global de diversidade e inclusão do grupo. Em ações internas e externas, a atleta vai auxiliar no "processo de transformação cultural" dentro dos três pilares que a Latam se comprometeu a atuar nos próximos anos: gênero, pessoas com deficiência e diversidade de profissionais, com diferentes idades e raças.

Marta também ajudará a fortalecer a marca do grupo nos mercados em que atua, especialmente no Brasil. Embora não tenha apresentado planos ou metas, a Latam acredita que a parceria será fundamental para que a empresa alcance seu objetivo. 

“A Marta foi contratada sabendo que temos aspirações de mudar. As metas serão discutidas e desenhadas. A parceria vai muito além da associação de imagem”, disse a jornalistas o presidente da Latam Brasil, Jerome Cadier.

De acordo com a companhia, o contrato da atleta é "de longo prazo". Na parceria, Marta participará de ações educativas internas "para desenvolver uma cultura mais diversa e inclusiva no grupo". Em contrapartida, o grupo afirmou que também ajudará a atleta a levar suas ideias e posicionamentos "cada vez mais longe ao redor do mundo".

A jogadora Marta vem recusando patrocinadores esportivos há alguns anos, por entender que os valores oferecidos para homens e mulheres são desproporcionais. Brasileira, 6 vezes eleita a melhor jogadora de futebol do mundo pela Federação Internacional de Futebol (Fifa), ela é embaixadora global da ONU Mulheres e defensora dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável da Organização das Nações Unidas (ONU)

'Conselheiras' de empresas 

Além de Marta, outras peronalidades, como Anitta, passaram a ter voz dentro de empresas com as quais se associam. Diferentemente de garotas-propaganda ou influenciadores que são só pagos para usar e promover um produto em suas redes sociais, essas famosas estão atuando no processo de criação das marcas

Anitta chegou, em junho, ao Conselho de Administração do Nubank - e já era chefe de criatividade e inovação da Beats desde setembro de 2019 -, a cantora Iza foi nomeada diretora criativa da marca de calçados esportivos Olympikus, a ex-BBB Manu Gavassi virou chefe de conteúdo da empresa de gim Tanqueray e a atriz Marina Ruy Barbosa foi codiretora de coleções de joias da Vivara. Recentemente, o BV (ex-Banco Votorantim) anunciou Taís Araújo como embaixadora da marca, mas com voz para dar palpites em produtos e serviços. 

Tudo o que sabemos sobre:
LatamMartadiversidade e inclusão

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.