Latam cancela voos após aumento de casos de covid-19 e influenza

Latam cancela voos após aumento de casos de covid-19 e influenza

A empresa lamentou os cancelamentos e informa aos passageiros que verifiquem o status do voo antes de se dirigirem ao aeroporto; Azul também precisou cancelar voos;

Redação, O Estado de S.Paulo

09 de janeiro de 2022 | 13h28

A Latam confirmou neste domingo, 9, o cancelamento de voos devido ao aumento de casos de covid-19 e influenza na população em geral, que vem afetando os funcionários e as operações da companhia. A medida afeta cerca de 1% dos voos domésticos da companhia aérea. Veja, abaixo, a lista de voos cancelados.

A empresa lamentou os cancelamentos e informa aos passageiros que verifiquem o status do voo antes de se dirigirem ao aeroporto.

A companhia reforça a necessidade de uso de máscara em todos os voos e lembra que alguns destinos podem pedir teste PCR da covid-19, bem como comprovante de vacinação contra a doença. A Latam vai permitir que os passageiros diagnosticados com a covid-19 remarquem, sem custos, a data da viagem . No entanto, será necessário pagar a diferença tarifária (se houver).

Na sexta-feira, 7, a companhia aérea Azul também teve de cancelar voos devido ao aumento de casos de influenza e covid-19, doenças que também afetaram a tribuplação das aeronaves. Os funcionários da empresa receberam um e-mail do presidente, John Rodgerson, no início da noite da quarta-feira, 5, alertando para o “alto número de dispensas médicas” tanto no grupo de voo quanto em áreas administrativas.

Anac monitora casos

A Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) informou neste domingo, dia 9, que está monitorando os casos de doenças respiratórias causadas em pilotos, comissários e demais profissionais do setor aéreo. O órgão ressaltou que também acompanha as medidas operacionais das empresas para minimizar os impactos causados pelos atrasos e cancelamentos de voos, garantindo o cumprimento da prestação de assistência aos passageiros.

“Com o objetivo de antecipar possíveis impactos na aviação e auxiliar no plano de ação das empresas aéreas, a Agência já havia entrado em contato com representantes das companhias aéreas, aeroportos, concessionárias, Empresas de Serviços Auxiliares de Transporte Aéreo e órgãos de controle sanitário e de saúde. A Agência tem atuado na preservação da saúde dos profissionais e dos passageiros que trabalham e utilizam o transporte aéreo”, respondeu a Anac, por meio de nota.

A agência lembra que o passageiro que tiver o voo atrasado ou cancelado terá direito à prestação de assistência pelas companhias aéreas, conforme prevê a Resolução 400/2016. A Anac recomenda ainda que os passageiros que acompanhem a confirmação do voo pelos serviços disponíveis pelas empresas aéreas como aplicativos, site e central de atendimento.

“Para evitar qualquer transtorno antes ou após a viagem, é importante que o passageiro saiba dos seus direitos e deveres e esteja atento às informações dispostas no contrato de transporte”, completa a Anac, indicando as regras no site da agência pelo link: https://www.gov.br/anac/pt-br/assuntos/passageiros.  / COM EDUARDO RODRIGUES, DE BRASÍLIA

Voos da Latam afetados

  • 9 de janeiro: LA8146 (Guarulhos-Lisboa), LA8112 (Guarulhos-Cidade do México), LA3476 (Guarulhos-Salvador), LA3377 (Salvador-Guarulhos), LA3055 (Congonhas-Porto Alegre), LA3392 (Porto Alegre-Congonhas), LA3123 (Congonhas-Florianópolis), LA3122 (Florianópolis-Congonhas), LA3008 (Guarulhos-Manaus), LA3012 (Manaus-Guarulhos).

     

  • 10 de janeiro: LA8190 (Guarulhos-Miami), LA8180 (Guarulhos-Nova York), LA8147 (Lisboa-Guarulhos), LA8113 (Cidade do México-Guarulhos), LA4676 (Guarulhos-Salvador), LA4679 (Salvador-Guarulhos), LA3320 (Guarulhos-Maceió), LA3607 (Maceió-Guarulhos), LA3509 (Guarulhos-Belém), LA4500 (Belém-Guarulhos), LA3055 (Congonhas-Porto Alegre), LA3806 (Porto Alegre-Congonhas).

     

  • 11 de janeiro: LA8064 (Guarulhos-Madri), LA8114 (Guarulhos-Barcelona), LA8195 (Miami-Guarulhos), LA8181 (Nova York-Guarulhos),  LA8195 (Miami-Guarulhos), LA8180 (Nova York-Guarulhos), LA3176 (Guarulhos-João Pessoa), LA3177 (João Pessoa-Guarulhos), LA4580 (Guarulhos-Natal), LA4652 (Natal-Guarulhos).

     

  • 12 de janeiro: LA8115 (Barcelona-Guarulhos), LA8065 (Madri-Guarulhos).

     

  • 13 de janeiro: LA3320 (Guarulhos-Maceió), LA3607 (Maceió-Guarulhos), LA3476 (Guarulhos-Salvador), LA3377 (Salvador-Guarulhos).

     

  • 15 de janeiro: LA3476 (Guarulhos-Salvador), LA3377 (Salvador-Guarulhos), LA3008 (Guarulhos-Manaus), LA3012 (Manaus-Guarulhos), LA4580 (Guarulhos-Natal).

     

  • 16 de janeiro: LA4652 (Natal-Guarulhos), LA3377 (Salvador-Guarulhos), LA3476 (Guarulhos-Salvador), LA4580 (Guarulhos-Natal).

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Anac diz que monitora casos de covid-19 e influenza em tripulações após cancelamentos de voos

Companhia aérea Latam confirmou neste domingo o cancelamento de voos por causa do aumento de casos; Azul também já havia tomado a mesma medida

Eduardo Rodrigues, O Estado de S.Paulo

09 de janeiro de 2022 | 16h11

BRASÍLIA - A Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) informou neste domingo, 9, que está monitorando os casos de doenças respiratórias causadas em pilotos, comissários e demais profissionais do setor aéreo. O órgão ressaltou que também acompanha as medidas operacionais das empresas para minimizar os impactos causados pelos atrasos e cancelamentos de voos, garantindo o cumprimento da prestação de assistência aos passageiros.

A Latam confirmou neste domingo o cancelamento de voos devido ao aumento de casos de covid-19 e influenza na população em geral. A medida afeta cerca de 1% dos voos domésticos da companhia aérea. Na sexta-feira, dia 7, a Azul também teve de cancelar voos devido ao aumento de casos entre a tripulação das aeronaves.

“Com o objetivo de antecipar possíveis impactos na aviação e auxiliar no plano de ação das empresas aéreas, a Agência já havia entrado em contato com representantes das companhias aéreas, aeroportos, concessionárias, Empresas de Serviços Auxiliares de Transporte Aéreo e órgãos de controle sanitário e de saúde. A Agência tem atuado na preservação da saúde dos profissionais e dos passageiros que trabalham e utilizam o transporte aéreo”, respondeu a Anac, por meio de nota.

A agência lembra que o passageiro que tiver o voo atrasado ou cancelado terá direito à prestação de assistência pelas companhias aéreas, conforme prevê a Resolução 400/2016. A Anac recomenda ainda que os passageiros que acompanhem a confirmação do voo pelos serviços disponíveis pelas empresas aéreas como aplicativos, site e central de atendimento.

“Para evitar qualquer transtorno antes ou após a viagem, é importante que o passageiro saiba dos seus direitos e deveres e esteja atento às informações dispostas no contrato de transporte”, completa a Anac, indicando as regras no site da agência pelo link: https://www.gov.br/anac/pt-br/assuntos/passageiros.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.