Latam quer antecipar decisão sobre qual grupo integrará

Prazo das autoridades chilenas para escolha é de dois anos, mas presidente da Lan disse que até janeiro decisão deve estar tomada

Glauber Gonçalves, da Agência Estado,

17 de novembro de 2011 | 13h23

O presidente da Lan, Ignacio Cueto, disse nesta quinta-feira, 17, que a Latam, companhia que resultará da fusão da aérea chilena com a TAM, deverá decidir até o fim do primeiro semestre de 2012 em que aliança global de empresas ficará após a concretização do negócio. Hoje, a Lan integra a One World e a TAM faz parte da Star Alliance. O prazo dado pelas autoridades chilenas para a escolha é de dois anos, mas a empresa quer antecipar a decisão, informou Cueto.

"Não podemos levar dois anos. As alianças não podem esperar", declarou o executivo, em entrevista a jornalistas durante encontro promovido pela Associação Latino-Americana de Transporte Aéreo (Alta), no Rio de Janeiro.

Cueto também revelou que a expectativa da Lan é de que a decisão do Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) sobre a fusão saia até o fim deste ano.

Tudo o que sabemos sobre:
LatamLamTAMfusão

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.