LBR confirma desistência da Parmalat em negociação

A empresa de lácteos LBR - Lácteos Brasil - confirmou nesta segunda-feira, 16, por meio de nota, que as negociações com a Parmalat SpA, controlada da francesa Lactalis, para um aumento de capital na companhia, com uma eventual transferência de controle, foram encerradas, sem um acordo entre as partes.

SUZANA INHESTA, Agencia Estado

16 de setembro de 2013 | 18h09

Mais cedo a Parmalat SpA, em comunicado, informou que havia desistido das negociações, "porque atualmente as condições para completar esta transação não podem ser satisfeitas". A LBR ainda diz no comunicado que segue normalmente no processo de aprovação do plano de recuperação judicial apresentado em maio aos credores.

"Plano este que é, e sempre foi, o curso de ação prioritário da companhia. A LBR reforça sua convicção de que o plano apresentado será aprovado em Assembleia Geral de Credores (AGC)", declarou a empresa, no comunicado.

A LBR ainda informou que, desde fevereiro, passa por uma "profunda" reestruturação operacional e financeira, com obtenção de "expressivos resultados, tais como a redução significativa de custos e despesas, aumento na captação leiteira e de receitas, bem como um resultado operacional positivo e acima do plano previsto".

As dívidas da companhia de lácteos são calculadas em mais de R$ 1 bilhão. No plano de recuperação judicial estão previstos pagamentos a credores - essencialmente financeiros e trabalhistas - até 2026 e alienação - na forma de arrendamento com opção de compra - de qualquer uma das 12 unidades produtivas atuais da companhia.

Tudo o que sabemos sobre:
ParmalatLBR

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.