Legacy 650 recebe certificação da Anac e da Easa

A Embraer informou hoje que a Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) e a Agência Europeia para a Segurança da Aviação (EASA, na sigla em inglês) certificaram o jato executivo Legacy 650. Esta aeronave da categoria large com alcance estendido é baseada no super midsize Legacy 600, que conta com cerca de 200 unidades entregues em todo o mundo.

AE, Agencia Estado

20 de outubro de 2010 | 16h50

?As certificações ocorrem um ano após o lançamento do programa na última convenção da NBAA", destaca o vice-presidente executivo da Embraer para o mercado de aviação executiva, Luís Carlos Affonso. O executivo complementa que desta forma, a empresa poderá iniciar as entregas da aeronave em 2010, como planejado. ?O Legacy 650 cumpriu todos os requisitos originais estabelecidos, em particular o alcance de 3.900 milhas náuticas, que possibilita à aeronave ligar importantes cidades e abre novos mercados para a Embraer?, afirma.

A Embraer também informou hoje que assinou um acordo com a Transpaís Aéreo para estabelecer o primeiro centro de serviços de jatos executivos no México para as aeronaves Phenom 100 e Phenom 300. A empresa é uma subsidiária do Lomex Group Aeronautics Division, um representante de vendas da Embraer no México desde março de 2008.

Em nota a empresa explica que decidiu expandir a parceria com o grupo para melhor atender aos clientes e oferecer suporte técnico para a crescente frota de jatos das categorias entry level e light na região.

?Estamos muito satisfeitos em oferecer aos clientes de jatos executivos Embraer no México um centro autorizado de serviços local para melhor atender às necessidades de inspeção e manutenção?, afirma Scott Kalister, diretor de Suporte e Serviços ao Cliente da Embraer para os EUA, Canadá, México e Caribe, no segmento de aviação executiva.

O centro de serviços da Transpaís é certificado pela autoridade aeronáutica mexicana (DGAC) e está programado para iniciar inspeções, manutenção programada e não programada, retoques na pintura e serviços no interior para o Phenom 100 e Phenom 300 a partir de primeiro trimestre de 2011, após completar o treinamento requerido para os técnicos da empresa e dispor do ferramental e equipamento necessários.

Chile

A fabricante brasileira informou ainda que nomeou a Aerocardal Ltda. como representante autorizado de vendas no Chile para toda a linha de jatos executivos. O anúncio foi feito na 63ª Convenção e Encontro Anual da Associação Nacional de Aviação Executiva (National Business Aviation Association -NBAA) dos Estados Unidos, que está sendo realizada em Atlanta, na Geórgia.

Em nota o diretor de Marketing e Vendas da Embraer para a América Latina, no segmento aviação executiva, afirma que espera que o novo acordo com a Aerocardal permita expandir a presença da empresa no Chile.

Manutenção

A Embraer anunciou também que assinou seu 100º contrato na América do Norte para o programa de manutenção Embraer Executive Care (EEC). Atualmente, 65% da frota norte-americana, incluindo aeronaves Phenom 100, Phenom 300, Legacy 600 e o jato executivo de transporte é atendida pelo programa.

Além de um programa virtual de monitoramento de manutenção, a Embraer tem uma rede de centros autorizados de serviços que contam com estoques de peças e equipes treinadas. A Empresa também mantém centros de distribuição de peças estrategicamente localizados em São José dos Campos (Brasil); Ft. Lauderdale, Estado da Flórida, e Louisville, Estado de Kentucky (EUA); Villepinte (França); Beijing (China) e Cingapura.

Tudo o que sabemos sobre:
aviaçãoEmbraercertificaçãoLegacy

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.