Líder de associação de siderurgia da China se aposenta

Shan Shanghua, o combativo líder da Associação de Ferro e Aço da China (Cisa) que comandou a tentativa fracassada do país em obter descontos na negociação de preços com fornecedores internacionais de minério de ferro, se aposentou.

REUTERS

22 de fevereiro de 2011 | 10h55

A Cisa, que teve reunião anual na segunda-feira, indicou para o lugar de Shan o executivo pouco conhecido Zhang Changfu, que tem 65 anos de idade e que foi vice-presidente da associação, afirmou a mídia local.

Shan, de 64 anos, foi indicado secretário-geral da Cisa em 2007 e ganhou os holofotes em 2009, quando prometeu conseguir um desconto de 40 a 45 por cento no preço do minério de ferro junto às três maiores produtoras da commodity no mundo, Rio Tinto, BHP Billiton e Vale.

A siderúrgica chinesa Baoshan Iron and Steel tradicionalmente liderava as negociações anuais para definição dos preços da commodity.

Mas a companhia foi criticada por aceitar um aumento de 70 por cento no preço do minério de ferro no ano anterior e Shan acabou prometendo uma nova estratégia "unificada" nas discussões em um momento em que a demanda mundial por minério de ferro enfraqueceu como resultado da crise financeira internacional.

Shan afirmou na época que a posição da China como maior consumidora de minério de ferro do mundo colocava o país numa posição especial de ter um "preço da China" que deveria ser menor que o acertado com siderúrgicas japonesas e sul-coreanas.

O ex-diretor da Cisa denunciou um comportamento de "monopólio" por parte das três mineradoras, chegando a propor um boicote temporário, mas sua posição dura acabou sendo enfraquecida quando centenas de siderúrgicas pequenas da China, incentivadas por um enorme pacote de estímulo econômico do governo, romperam com a determinação da associação e compraram minério estrangeiro.

A situação acabou gerando uma investigação do governo na indústria privada de aço que culminou com prisões e condenações de quatro funcionários da Rio Tinto baseados em Xangai. Eles foram acusados de espionagem comercial e suborno.

As negociações com as mineradoras acabaram chegando a impasse e as três produtores de minério de ferro decidiram abandonar o sistema de definição anual de preços que perdurava há anos na indústria e adotar um mecanismo de precificação baseado em índices trimestrais.

Analistas afirmam que a intransigência da China em 2009 custou ao país bilhões de dólares, e Shan, um veterano da agência estatal chinesa de planejamento, foi punido por "politizar" as negociações de preços.

Luo Bingsheng, vice-presidente da Cisa, também vai se aposentar e será substituído por Wang Xiaoqi, ex-membro da Comissão de Supervisão e Administração de Ativos Estatais da China, afirmou a Cisa.

(Por David Stanway e Ruby Lian)

Tudo o que sabemos sobre:
SIDERURGIACHINAAPOSENTA*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.