Líder republicano acusa Obama e democratas por fracasso de supercomitê

Presidente da Câmara dos Representantes disse que grupo não chegou a um acordo porque democratas e o presidente dos EUA insistiam em 'dramáticos' aumentos de impostos 

Ricardo Gozzi, da Agência Estado,

21 de novembro de 2011 | 16h02

O presidente da Câmara dos Representantes dos Estados Unidos, John Boehner, acusou o presidente dos EUA, Barack Obama, e os democratas pelo que qualificou como fracasso do supercomitê bipartidário na busca por um acordo para reduzir o déficit federal norte-americano. A informação foi divulgada pelo site de notícias The Hill, citando um memorando assinado por Boehner com data desta segunda-feira, 21.

Segundo o documento, Boehner diz que o Comitê Conjunto de Redução do Déficit "foi incapaz de chegar a um acordo porque o presidente Obama e os democratas em Washington insistiram em dramáticas elevações de impostos aos geradores de empregos norte-americanos, o que pioraria nossa economia".

Analistas consideravam improvável nesta segunda-feira um acordo de última hora para que o déficit federal norte-americano seja reduzido em pelo menos US$ 1,2 trilhão no decorrer dos próximos dez anos.

Segundo uma fonte parlamentar norte-americana, os líderes do supercomitê bipartidário fariam um pronunciamento público do meio para o fim da tarde de hoje se não chegassem a um acordo de última hora sobre o tema.

As informações são da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
John Boehnerobamafracassosupercomitê

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.