Clube de Criação/Divulgação
Clube de Criação/Divulgação

Liderança 100% negra assume Clube de Criação

Joana Mendes será a primeira pessoa negra e a terceira mulher a presidir a entidade de classe, ligada à criação e produção publicitária no Brasil

Wesley Gonsalves, O Estado de S.Paulo

26 de outubro de 2021 | 19h06
Atualizado 27 de outubro de 2021 | 19h27

Pelos próximos dois anos, e pela primeira vez na história, o Clube de Criação terá uma diretoria composta apenas por publicitários e publicitárias negras. Com 130 votos, a Chapa Preta venceu a última eleição da entidade de classe, ligada à criação e produção publicitária no Brasil. A escolha dos novos integrantes foi realizada pela internet, na última segunda-feira. 

A liderança do Clube de Criação ficará a cargo da presidente Joana Mendes e da vice-presidente Gabriela Moura. Com o lema “a diversidade alimenta a criatividade”, a chapa composta por 14 publicitários pretos vai priorizar a inclusão de assuntos ligados à diversidade e à inclusão dentro da instituição, no festival realizado anualmente e no mercado publicitário nacional.

“Queremos que esse seja o primeiro passo de uma jornada incrível para todas e todos, como sempre foi o nosso objetivo. Estamos reescrevendo a história juntos”, afirmou a Chapa Preta, em um comunicado conjunto. 

De acordo com da instituição de fomento à criatividade, ao longo de 47 anos de existência, Joana Mendes será a primeira pessoa negra e a terceira mulher a presidir o Clube de Criação.  A primeira vez que uma publicitária ocupou a cadeira da presidência foi durante a gestão de Ana Carmen Longobardi, de 1993 a 1995.

Trajetória

Com especialização pela Escola Superior de Propaganda e Marketing (ESPM), Joana Mendes trabalha desde 2004 no mercado criativo. 

Ela integrou o programa Young Lions Creative Academy, promovido pelo festival internacional de Cannes Lions – Festival Internacional de Criatividade (evento que tem o Estadão como representante oficial no Brasil), fundou o primeiro banco de imagens de mulheres negras e participou do projeto de mentoria do coletivo feminista Think Olga

No ano passado, a publicitária também foi a primeira mulher negra a assumir a direção criativa da agência F.Biz, uma das principais do mercado nacional.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.