Líderes tomarão decisões  ‘inovadoras’, diz Juncker

Presidente do Eurogrupo diz esperar não só uma solução para a dívida da Grécia, mas também um plano para recuperação dos bancos da região, além da ampliação do fundo de resgate europeu, o EFSF

Agência Estado,

25 de outubro de 2011 | 20h50

Os líderes da União Europeia (UE) tomarão decisões definitivas e potencialmente "inovadoras" para fazer frente à crise da dívida na zona do euro na reunião de cúpula marcada para amanhã, declarou hoje o primeiro-ministro de Luxemburgo e presidente do Eurogrupo, Jean-Claude Juncker.

"Suponho, apesar de ainda não ter total certeza, que tomaremos decisões finais e até mesmo inovadoras", declarou Juncker à televisão nacional suíça.

"Nós precisamos de um esclarecimento conclusivo da saída para a crise da Grécia. Precisamos de fundações sólidas para tomar decisões sobre como recapitalizar os bancos europeus e precisamos de soluções definitivas sobre como expandir, via alavancagem, a Linha de Estabilidade Financeira Europeia (EFSF, nas iniciais em inglês)", declarou.

Juncker manifestou a expectativa em que essas três decisões possam ser tomadas ainda na quarta-feira ou até a manhã de quinta-feira.

As informações são da Dow Jones. (Ricardo Gozzi)

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.