Light investe para melhorar fornecimento de energia

A Light, distribuidora de energia elétrica do Rio, informou hoje que realizará, até dezembro, obras estruturais em sua rede na capital e em cidades da Baixada e do Sul Fluminense. Os investimentos em distribuição da companhia para este ano somam R$ 525 milhões. Segundo a companhia, o objetivo dos serviços é aumentar a confiabilidade no fornecimento de energia para 75% dos seus clientes. Cerca de 230 quilômetros de rede aérea serão trocados.

ALEXANDRE RODRIGUES, Agencia Estado

20 de setembro de 2010 | 18h12

Só no Vale do Paraíba fluminense, na região sul do Estado, 19 cidades receberão as obras. Já na Baixada Fluminense, quatro municípios serão alvo dos serviços. Na capital, as obras serão feitas principalmente nas zonas norte e oeste da cidade. No entanto, a Light também fará obras estruturais em Copacabana e Leblon, na zona sul.

A companhia está enfrentando acidentes como explosão de bueiros e incêndios em redes subterrâneas, principalmente na capital, atribuídos à falta de conservação da rede. Em junho, um casal de turistas americanos sofreu queimaduras graves, vítima de um bueiro em chamas em Copacabana.

Os investimentos em Copacabana e Leblon somam R$ 4 milhões, incluindo a instalação de nove quilômetros de cabos de média tensão, nove circuitos alimentadores e a substituição de oito transformadores.

A Light distribui energia para 31 municípios fluminenses, incluindo a capital. Com 52 mil quilômetros de rede de distribuição (5,7 quilômetros subterrâneos), atende 4 milhões de unidades consumidoras. A empresa também possui dois mil quilômetros de linhas de transmissão e 86 subestações de energia.

Tudo o que sabemos sobre:
energiadistribuiçãomelhoriasLight

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.