Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Tenha acesso ilimitado
por R$0,30/dia!
(no plano anual de R$ 99,90)
R$ 0,30/DIA ASSINAR
No plano anual de R$ 99,90

Light terá de investir R$ 12,19 mi na rede subterrânea

A Light terá de fazer investimentos de R$ 12,19 milhões para reforçar a rede subterrânea da distribuidora e evitar incidentes, como a explosão de bueiros registrada no início do mês no Rio de Janeiro. O aporte está previsto em um Termo de Compromisso de Ajuste de Conduta (TAC) que será celebrado entre a concessionária e a Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel). A decisão foi tomada hoje pela diretoria da agência.

KARLA MENDES, Agencia Estado

20 de abril de 2011 | 14h50

O TAC obrigará a empresa a realizar investimentos de R$ 12,19 milhões, montante 26% superior ao valor da multa de R$ 9,54 milhões aplicada à Light por interrupções de energia ocorridas em novembro de 2009. Para a Aneel, a proposta gera evidentes benefícios para os consumidores como alternativa à imposição de multa, pois minimiza o efeito das transgressões da empresa, com investimentos adicionais e não remunerados pelas tarifas. O descumprimento total ou parcial do plano de ação ou de investimentos pactuado no TAC gera multa correspondente ao montante da penalidade que seria aplicada, acrescida de 20%.

No dia 5, logo depois de diversas explosões de bueiros no Rio de Janeiro, a Aneel anunciou que a Light teria de fazer uma inspeção, em tempo recorde, nos equipamentos da rede subterrânea e não colocar em risco a população. Na ocasião, o diretor-geral da Aneel, Nelson Hübner, lembrou que, no ano passado, a Light reconheceu a existência de falhas no sistema subterrâneo da distribuidora e apresentou um plano de melhoria na rede da empresa, que está sendo cumprido.

Tudo o que sabemos sobre:
energiabueirosLightinvestimentoAneel

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.