LinkedIn entra com pedido na SEC para realização de IPO

Oferta da empresa, se aprovado, poderá se tornar o primeiro de uma série de ofertas de ações de companhias de internet nos próximos meses

Clarissa Mangueira, da Agência Estado,

28 de janeiro de 2011 | 09h07

A LinkedIn Corp entrou com pedido para a realização de uma oferta pública inicial de ações (IPO, na sigla em inglês) na Securities and Exchange Commission (SEC, a CVM dos EUA), destacando as companhias de rede social como um negócio. O IPO da LinkedIn, se aprovado, poderá se tornar o primeiro de uma série de ofertas de ações de empresas de internet nos próximos meses.

Segundo o Wall Street Journal, a companhia de Mountain View, Califórnia, opera uma rede online de profissionais com mais de 90 milhões de membros registrados.

No pedido enviado à SEC, a LinkedIn não disse quantas ações serão oferecidas ou a faixa de preço dos papéis. A empresa reportou, porém, que sua receita alcançou US$ 161 milhões nos noves meses até 30 de setembro de 2010, com um lucro líquido de US$ 1,85 milhão.

A companhia, criada em 2003, tornou-se lucrativa em 2010, após reportar prejuízo de US$ 3,4 milhões nos primeiros nove meses de 2009.

Morgan Stanley, Bank of America, Merrill Lynch e JP Morgan serão os coordenadores do IPO do LinkedIn.

As informações são da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
LinkedInIPOaçõesbolsa

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.