LPS Brasil diz que fará novas aquisições após Itaplan

Após a compra de 51% de participação na Itaplan, a LPS Brasil, detentora das marcas Lopes, Pronto, Habitcasa e Patrimóvel, busca nesse momento novas oportunidades de aquisições, disse hoje o presidente da companhia, Marcello Leone. "Não vamos parar por aqui. Nossa estratégia de aquisições se mantém, inclusive estamos em conversas com várias empresas", afirmou Leone, durante entrevista coletiva.

RODRIGO PETRY, Agencia Estado

26 de setembro de 2011 | 17h21

O executivo evitou dar maiores detalhes de prazos para novas compras, mas destacou que com a Itaplan as negociações duraram cerca de um ano. Os recursos para as compras são os captados na bolsa mais a geração de caixa.

"Nosso foco será a aquisição de imobiliárias de imóveis usados", acrescentou. Segundo ele, este segmento, denominado mercado secundário, já representa 22% do faturamento da empresa, com base no balanço do final do segundo trimestre.

Desde junho do ano passado, a LPS já fez 13 aquisições, contando com a Itaplan. Destas, sete foram de empresas com atuação no mercado secundário, três no mercado primário e três mistas entre secundário e primário.

Tudo o que sabemos sobre:
imóveisLPS Brasilaquisições

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.