Lucro da 3M sobe 16% no 1º tri, para US$ 1,08 bilhão

A empresa elevou sua projeção para o lucro no ano cheio para entre US$ 6,05 e US$ 6,25 por ação

Clarissa Mangueira, da Agência Estado,

26 de abril de 2011 | 09h30

O lucro da 3M subiu 16% no primeiro trimestre, acima das previsões dos analistas. A fabricante de produtos de consumo e industriais, que vão desde os blocos de papel Post-it a filtros de fornalhas e linhas de energia, reportou um lucro de US$ 1,08 bilhão, ou US$ 1,49 por ação, ante lucro de US$ 930 milhões, ou US$ 1,29 por ação, no mesmo período do ano passado.

A empresa elevou sua projeção para o lucro no ano cheio para entre US$ 6,05 e US$ 6,25 por ação, em relação à previsão anterior divulgada em janeiro de US$ 5,95 a US$ 6,20 por ação. Às 9h15 (de Brasília), as ações da 3M subiam 2,79% no pré-mercado em Nova York.

A companhia reportou recentemente vendas robustas, impulsionadas pelo lançamento de novos produtos e um forte crescimento nos mercados emergentes. O setor manufatureiro também ganhou força nos recentes trimestres devido à recuperação dos estoques que foram reduzidos acentuadamente durante a recessão.

A 3M acredita que os distúrbios provocados pelo terremoto e o tsunami que atingiram o Japão no início de março reduziram o lucro do primeiro trimestre em US$ 0,03. As vendas saltaram 15%, para US$ 7,31 bilhões. Os analistas entrevistados pela Thomson Reuters tinham previsto um lucro de US$ 1,44 por ação e receita de US$ 6,95 bilhões.

A margem operacional da companhia recuou para 21,6% nos primeiros três meses do ano, de 22,7% no mesmo período de 2010. As informações são da Dow Jones. 

Tudo o que sabemos sobre:
3Mlucro

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.