Lucro da American Express cresce 71% e supera estimativas

Resultado foi impulsionado por um aumento de 14% nos gastos dos usuários dos cartões da companhia e pela queda nas provisões com perdas

Gustavo Nicoletta, da Agência Estado,

21 de outubro de 2010 | 19h49

O lucro da American Express no terceiro trimestre cresceu 71% em comparação a igual período do ano passado e superou as previsões de analistas, impulsionado por um aumento de 14% nos gastos dos usuários dos cartões da companhia e pela queda nas provisões com perdas. "Os volumes de empréstimo, no entanto, continuam abaixo dos níveis anteriores à recessão, refletindo um gerenciamento mais cauteloso das finanças por parte dos clientes", disse o executivo-chefe e presidente do conselho da companhia, Kenneth Chenault.

A American Express apresentou lucro de US$ 1,08 bilhão, ou US$ 0,90 por ação, no terceiro trimestre, de US$ 632 milhões, ou US$ 0,53 por ação, em igual período do ano passado. O resultado de 2009 inclui um ganho fiscal de US$ 180 milhões. A receita aumentou 17%, para US$ 7,03 bilhões.

Analistas consultados pela Thomson Reuters estimavam lucro por ação de US$ 0,86 e receita de US$ 6,8 bilhões.

Durante o terceiro trimestre, a AmEx alocou US$ 373 milhões para cobrir perdas com crédito, volume 69% menor do que em igual período do ano passado e 43% inferior ao registrado no segundo trimestre deste ano. As informações são da Dow Jones.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.