Lucro da Apple sobe para US$ 7,7 bi com forte aumento das vendas de iPhones

Companhia lucrou 12,3% a mais no terceiro trimestre fiscal, quase a mesma proporção de alta na vendas de iPhones (12,7%), que somaram 35,2 milhões de unidades

Stefânia Akel, com informações da Dow Jones Newswires, O Estado de S. Paulo

22 de julho de 2014 | 18h19

O lucro líquido da Apple subiu 12,3% no terceiro trimestre fiscal, para US$ 7,75 bilhões (US$ 1,28 por ação), ante lucro de US$ 6,9 bilhões (US$ 1,07 por ação) no mesmo período do ano passado. A receita da companhia avançou para US$ 37,43 bilhões, um aumento de 6% na mesma comparação.

Analistas consultados pela Thomson Reuters esperavam um lucro menor, de US$ 7,49 bilhões (US$ 1,23 por ação), e uma receita de US$ 37,99 bilhões.

O resultado foi impulsionado pelas fortes vendas de iPhones. A Apple vendeu 35,2 milhões de iPhones no trimestre encerrado em 28 de junho, uma alta de 12,7% em relação às 31,2 milhões de unidades vendidas no mesmo período do ano passado.

No entanto, as vendas de iPads caíram pelo segundo trimestre consecutivo. A Apple vendeu 13,28 milhões de iPads no período, uma queda de 9,2%. Enquanto isso, as vendas de computadores Mac subiram 17,6%, para 4,4 milhões de unidades.

A Apple prepara dois novos modelos de iPhones com telas maiores para este ano, visando impulsionar seu produto mais importante e reverter a queda de participação no mercado de smartphones em relação ao sistema operacional Android, do Google.

Tudo o que sabemos sobre:
appleiphone

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.