Lucro da BM&FBovespa sobe 4,3% no 3o tri, mas receita cai

A BM&FBovespa anunciou nesta terça-feira que encerrou o terceiro trimestre com lucro líquido de 245,8 milhões de reais, ante ganho de 235,6 milhões de reais no mesmo período do ano passado.

REUTERS

10 de novembro de 2009 | 20h35

A receita operacional líquida totalizou 383 milhões de reais de julho a setembro, abaixo dos 409,6 milhões de reais um ano antes. A empresa atribuiu a queda à redução dos "volumes negociados no mercado de derivativos, visto que, no terceiro trimestre de 2008 ainda não se notava claramente o efeito da desalavancagem dos participantes de mercado em resposta à crise internacional".

De julho a setembro, a geração de caixa da companhia medida pelo Ebitda (sigla em inglês para lucro antes de juros, impostos, amortização e depreciação) ficou em 262 milhões de reais, queda de 6,3 por cento ante igual intervalo de 2008.

A BM&FBovespa informou ainda que seu Conselho de Administração aprovou em reunião a distribuição de 150 milhões de reais em dividendos, ou 0,075 real por ação. O valor será pago no próximo dia 24, com base na posição acionária de 12 de novembro.

(Reportagem de Aluísio Alves e Cesar Bianconi)

Tudo o que sabemos sobre:
EMPRESASBMFBOVESPARESULTS*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.