Lucro da Boeing cresce 13% no 1º trimestre

A receita caiu 2%, para US$ 14,91 bilhões

Danielle Chaves, da Agência Estado,

27 de abril de 2011 | 10h50

O lucro da Boeing subiu 13% no primeiro trimestre deste ano, para US$ 586 milhões (US$ 0,78 por ação), em comparação aos US$ 519 milhões (US$ 0,70 por ação) do mesmo período do ano passado. A receita caiu 2%, para US$ 14,91 bilhões. Analistas ouvidos pela Thomson Reuters previam lucro de US$ 0,70 por ação e receita de US$ 15,14 bilhões.

As ações da companhia subiam 0,08% no pré-mercado em Nova York. Além do lucro acima do esperado, a Boeing reiterou suas projeções de ganhos em todo este ano.

A margem operacional da Boeing diminuiu para 6,7% no primeiro trimestre, de 7,7% no mesmo período do ano passado. A despesa com Imposto de Renda da empresa caiu 44%, para US$ 295 milhões. Esse dado nos três primeiros meses de 2010 incluía US$ 150 milhões (US$ 0,20 por ação) em despesas com impostos geradas pela legislação do setor de saúde.

A divisão de aviões comerciais registrou queda de 4,7% na receita e de 25% no lucro. Na unidade de defesa espacial e segurança, a receita ficou praticamente estável, enquanto os ganhos tiveram leve alta de 1,1%. No começo deste mês a Boeing havia anunciado recuo de 3,7% nas entregas de jatos comerciais no primeiro trimestre, em relação ao mesmo período do ano passado. As informações são da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
Boeinglucro

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.