Lucro da Coca-Cola sobe 8% no 3º trimestre

Já a Johnson & Johnson registrou ganho acima do esperado no período, a US$ 3,42 bilhões

Cynthia Decloedt e Danielle Chaves, da Agência Estado,

19 de outubro de 2010 | 13h32

A Coca-Cola informou nesta terça-feira, 19, um aumento de 8% em seu lucro do terceiro trimestre, o que reflete um fortalecimento das margens e o crescimento nos volumes de vendas, especialmente em mercados emergentes. A companhia fechou o terceiro trimestre com lucro de US$ 2,06 bilhões (US$ 0,88 por ação), acima do US$ 1,9 bilhão (US$ 0,81 por ação) do mesmo período do ano passado.

Excluindo as despesas extraordinárias com reestruturação, entre outras, o lucro subiu para US$ 0,92 por ação no terceiro trimestre, de US$ 0,82 por ação no mesmo período do ano passado. Já a receita da empresa cresceu 5%, para US$ 8,43 bilhões. Analistas esperavam lucro de US$ 0,89 por ação e receitas de US$ 8,3 bilhões no período.

Os volumes subiram 5% no trimestre, embutindo crescimento internacional de 6% e alta de 2% na América do Norte. A margem bruta avançou 65,4% no terceiro trimestre, de 63,5% no mesmo período de 2009.

Johnson & Johnson

Em outra divulgação do dia no setor corporativo dos Estados Unidos, a Johnson & Johnson informou um lucro superior as estimativas no terceiro trimestre, refletindo melhora das margens, que compensaram uma queda nas vendas provocada por recalls recentes em alguns produtos.

No terceiro trimestre, a gigante de produtos para cuidados pessoais reportou lucro de US$ 3,42 bilhões ou US$ 1,23 por ação, acima de US$ 3,35 bilhões ou US$ 1,20 por ação no mesmo período do ano passado. As receitas caíram 0,7%, para US$ 14,98 bilhões. Analistas esperavam lucro de US$ 1,15 por ação e receita de US$ 15,2 bilhões.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.