Lucro da EDP Renováveis cai 32% por câmbio e preços mais baixos de energia

A EDP Renováveis (EDPR), unidade de energia eólica da EDP - Energias de Portugal, divulgou nesta quarta-feira uma queda de 32 por cento no lucro líquido do primeiro semestre, à medida que preços de venda mais baixos na Europa e uma depreciação cambial contrabalançaram seu nível de produção mais alto.

REUTERS

30 de julho de 2014 | 09h10

O lucro líquido de 87 milhões de euros (117 milhões de dólares) ficou de modo geral em linha com as expectativas do mercado, como ficou também o lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização (Ebitda), que caiu 7 por cento ante o mesmo período do ano anterior, para 506 milhões de euros.

A produção de energia da EDPR subiu 6 por cento no período principalmente por acréscimos à capacidade. No entanto, o preço médio da eletricidade vendida pela EDPR caiu 10 por cento, em grande parte afetado por mudanças regulatórias na vizinha Espanha. A Espanha vem reduzindo os subsídios ao setor de energia renovável.

Enquanto a produção e os preços da eletricidade vendida pelos parques eólicos da EDPR no Brasil e nos Estados Unidos subiram, o lucro foi afetado pelas taxas cambiais, que tiveram um impacto negativo de 12 milhões de euros.

(Por Andrei Khalip)

Tudo o que sabemos sobre:
ENERGIAEDPRENOVAVEISRESULTS*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.