Lucro da Embraer cresce 319% no 1º trimestre e soma R$ 258,7 milhões

Empresa teve crescimento expressivo nos segmentos de defesa e aviação executiva

Wladimir D'andrade, Agência Estado

30 de abril de 2014 | 07h57

Atualizado às 14h

SÃO PAULO - A Embraer reportou lucro líquido atribuído aos acionistas de R$ 258,7 milhões no primeiro trimestre de 2014, o que significa a uma alta de 319,3% ante os R$ 61,7 milhões de igual período do ano passado. O lucro líquido ajustado (excluído do imposto de renda e contribuição social diferidos) cresceu 11,6%, para R$ 147,3 milhões, ante os R$ 69,6 milhões verificados no período de janeiro a março de 2013.

Segundo a empresa, a carteira de pedidos firmes (backlog) do ano atingiu US$ 19,2 bilhões no primeiro trimestre do ano. É o melhor resultado do backlog desde o segundo trimestre de 2009. No último trimestre de 2013 a carteira firme de pedidos da montadora de aeronaves havia chegado a US$ 18,2 bilhões, enquanto no período de janeiro a março do ano passado o backlog estava em US$ 13,3 bilhões.

A Embraer teve crescimento expressivo dos segmentos de Defesa & Segurança e Aviação Executiva no portfólio de receitas no primeiro trimestre de 2014.

Os produtos e serviços da primeira área representaram 31,8% da receita total da Embraer no período, maior quando comparado ao primeiro trimestre de 2013, de 23,1%, enquanto o segmento de jatos executivos passou de 16,1% para 21,5%. A aviação comercial saiu de 59% de representatividade no primeiro trimestre do ano passado para 44,7% entre janeiro e março de 2014.

A receita do segmento de Defesa & Segurança cresceu 87% no primeiro trimestre de 2014, ante um ano antes, para um total de R$ 931,4 milhões. A receita da Aviação Executiva atingiu R$ 630 milhões, uma alta de 81% sobre igual período de 2013. D

De acordo com a Embraer, as alterações no mix de receita da companhia estão de acordo com sua estratégia de diversificação. "Os segmentos de Defesa & Segurança e Aviação Executiva deverão ter uma maior representatividade nas receitas totais de 2014 em relação a 2013, em linha com as estimativas da empresa."

Entre seus produtos de defesa, a Embraer iniciou a montagem da primeira aeronave Super Tucano para a Força Aérea dos Estados Unidos, em Jacksonville, no Estado da Flórida. As primeiras entregas serão feitas em meados deste ano.

Ebtida. O Ebitda (lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização) da Embraer no primeiro trimestre de 2014 atingiu R$ 354,7 milhões. O resultado representa um aumento de 76,6% sobre os R$ 200,8 milhões reportados no mesmo período do exercício anterior. A margem Ebitda passou de 9,3% para 12,1% em igual intervalo.

A receita líquida da montadora de aeronaves foi de R$ 2,93 bilhões no primeiro trimestre deste ano, alta de 35,8% ante os R$ 2,15 bilhões anunciados um ano antes.

A posição de caixa líquido da Embraer caiu de R$ 1,005 bilhão ao final de 2013 para R$ 119,3 milhões no primeiro trimestre de 2014. A empresa explica que a queda de R$ 886,2 milhões na posição de caixa é consequência de aumentos nos estoques e de contas a receber de clientes em R$ 394,9 milhões e R$ 242,3 milhões, respectivamente. A empresa informou que esses números estão em linha com a sazonalidade das entregas nos trimestres.

Tudo o que sabemos sobre:
Embraerbalanço1º trimestre 2014

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.