Lucro da Energias do Brasil cai 28,3% no 3o tri, a R$143 mi

A Energias do Brasil teve lucro líquido de 143 milhões de reais no terceiro trimestre, queda de 28,3 por cento na comparação anual, disse a companhia nesta quarta-feira.

REUTERS

29 de outubro de 2014 | 19h12

O resultado foi pressionado pelo aumento de 72,7 por cento dos gastos não-gerenciáveis, que encerraram o período a 1,4 bilhão de reais, informou a empresa. Este avanço se deu pelos custos da energia comprada pelas distribuidoras, acrescentou.

Entre julho e setembro, a receita líquida subiu 20,2 por cento, a 1,98 bilhão de reais. No período, o Ebitda (sigla em inglês para lucro antes dos juros, impostos, depreciação e amortização) foi de 317,8 milhões, recuo de 49,7 por cento.

(Por Juliana Schincariol; Edição de Luciana Bruno)

Tudo o que sabemos sobre:
ENERGIAENERGIASDOBRASILRESULTS*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.