Lucro da Exxon Mobil cai 11% no 1º trimestre

Redução é consequência de queda na produção e vendas, além do aumento nas despesas operacionais, dizem analistas

Álvaro Campos, da Agência Estado,

26 de abril de 2012 | 10h35

NOVA YORK - A petroleira norte-americana Exxon Mobil informou nesta quinta-feira que teve lucro líquido de US$ 9,45 bilhões (US$ 2,00 por ação) no primeiro trimestre deste ano, uma queda de 11% na comparação com o lucro de igual período do ano passado, de US$ 10,65 bilhões (US$ 2,14 por ação). Mas a receita subiu 8,8%, a US$ 124,05 bilhões.

Analistas ouvidos pela Thomson Reuters esperavam lucro de US$ 2,09 por ação e receita de US$ 124,76. A redução no lucro se deve a uma queda nos volumes de produção e vendas, além de um aumento nas despesas operacionais na unidade de exploração e produção. Maior petroleira do mundo em valor de mercado, a Exxon tem apostado fortemente na produção de gás natural nos últimos anos, mas os preços dessa commodity atingiram recentemente o menor nível em uma década.

O lucro da unidade de exploração e produção caiu 10% no primeiro trimestre, em meio a uma alta nos gastos operacionais e uma queda superior a 5% na produção em uma base de barris de óleo equivalente. O lucro da unidade de refino e comercialização avançou 44%, com ganhos após a venda de alguns ativos e melhora nos volumes.

Durante o primeiro trimestre, a Exxon recomprou 66 milhões de ações ordinárias, por US$ 5,7 bilhões, incluindo US$ 5 bilhões para reduzir a quantidade de ações em circulação. As informações são da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
BalançoExxon Mobil

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.