Lucro da ExxonMobil cresce 55% no 3º trimestre, para US$ 7,35 bi

 No mesmo período, a receita subiu 16%, para US$ 95,3 bilhões

Danielle Chaves, da Agência Estado,

28 de outubro de 2010 | 11h00

O lucro da petroleira ExxonMobil cresceu 55% no terceiro trimestre deste ano, para US$ 7,35 bilhões (US$ 1,44 por ação), de US$ 4,73 bilhões (US$ 0,98 por ação) um ano antes, superando a estimativa dos analistas ouvidos pela Thomson Reuters de lucro de US$ 1,38 por ação. Na mesma comparação, a receita subiu 16%, para US$ 95,3 bilhões, ante a previsão de US$ 98,12 bilhões.

Às 10h35 (de Brasília), as ações da Exxon subiam 1,13% no pré-mercado. Os ganhos da maior companhia de petróleo privada do mundo - que agora também é a maior produtora de gás natural dos EUA, depois da compra da XTO Energy - foram impulsionados pelos preços mais altos das commodities e pelas margens no segmento de refino.

A companhia teve aumento de 36% nos ganhos do segmento de produção de petróleo e gás, para US$ 5,47 bilhões, à medida que a produção de óleo equivalente cresceu mais de 20%, puxada pelas atividades no Catar e a aquisição da XTO.

Durante o terceiro trimestre, a Exxon gastou US$ 3,3 bilhões com a recompra de ações, reduzindo em 54 milhões a quantidade de papéis em circulação. Agora há cerca de 5,09 bilhões de ações da companhia em circulação no mercado.

As informações são da Dow Jones. 

Tudo o que sabemos sobre:
ExxonMobilpetróleolucroresultado

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.