Lucro da Gol cai 60% no 4º trimestre e no acumulado de 2007

Restrições em Congonhas reduziram taxas de ocupação e aumentaram tempo de solo, prejudicando lucro

Reuters,

15 de fevereiro de 2008 | 07h30

A Gol, segunda maior companhia aérea do País, divulgou na madrugada de sexta-feira lucro líquido de R$ 76,96 milhões no quarto trimestre, queda de 60,2% ante o ganho de R$ 193,39 milhões em igual período de 2006.  "O quarto trimestre de 2007 apresentou eventos não previstos que impactaram tanto a receita quanto as despesas. No mercado doméstico, restrições regulatórias aplicadas ao aeroporto de Congonhas (São Paulo) no quarto trimestre exigiram ajustes à malha aérea", afirmou o presidente da Gol, Constantino de Oliveira Jr.  Segundo o executivo, isso reduziu as taxas de ocupação e aumentou os tempos de solo das aeronaves da companhia, que no ano passado adquiriu a Varig.  No acumulado de 2007 a empresa teve lucro de R$ 268,53 milhões, contra R$ 684,47 milhões nos 12 meses do ano anterior. Isso representa redução de 60,8% no resultado anual.

Tudo o que sabemos sobre:
Gol

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.