Lucro da Gol cai 78% no 3o tri, empresa reduz projeções

A Gol, segunda maior companhia aéreabrasileira em número de passageiros, teve um lucro líquido de49,41 milhões de reais no terceiro trimestre, segundolegislação contábil do Brasil, queda de 78,7 por cento emrelação ao mesmo período de 2006. A companhia reduziu pela terceira vez no semestre suasprojeções de ganho por ação no ano. A estimativa, que em agostoestava entre 3,7 e 4,2 reais, caiu em outubro para entre 1,60 e2,10 reais e foi reduzida novamente para 1,40 a 1,80 real.Segundo a empresa, essa redução se deve às menores taxas deocupação de suas aeronaves. A empresa, que viu o tráfego de seus passageiros recuar emoutubro, obteve um aumento de 18,7 por cento na receitaoperacional líquida, para 1,28 bilhão de reais, na mesmacomparação. A geração de caixa medida pelo lucro antes de juros,impostos, depreciação, amortização e leasing de aeronaves(Ebitdar, na sigla em inglês) caiu 39 por cento, para 193,4milhões de reais. A margem recuou de 29,3 por cento para 14,9por cento. A Gol adquiriu a Varig, que tem cerca de 5 por cento domercado doméstico, no segundo trimestre deste ano. Os custos da empresa cresceram no período, com combustívelsubindo 38,4 por cento, pessoal 79,3 por cento, material demanutenção 137,2 por cento e "outros custos e despesasoperacionais" saltando 251,4 por cento. Com isso, o total de despesas operacionais cresceu 49,3 porcento, para 1,26 bilhão de reais. (Por Alberto Alerigi Jr.)

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.