Lucro da IBM cresce 13% no 1º trimestre para US$ 2,6 bi

A IBM informou que seu lucro subiu 13% no primeiro trimestre do ano, em bases anuais, uma vez que a companhia registrou receitas maiores com seus serviços de tecnologia e software. O lucro da companhia totalizou US$ 2,6 bilhões ou US$ 1,97 por ação, de US$ 2,3 bilhões ou US$ 1,70 por ação no mesmo período do ano passado. Apesar da melhora da perspectiva e dos fortes resultados, as ações da IBM recuavam no after market. Às 18h05, os papéis registravam queda 2,25%, cotados a US$ 129,25.

CLARISSA MANGUEIRA, Agencia Estado

19 de abril de 2010 | 18h48

A companhia disse que espera que seu lucro aumente neste ano para "pelo menos" US$ 11,20 a ação e que estava confiante sobre sua habilidade para produzir uma receita maior e expandir as margens de lucros. Em janeiro, a IBM tinha projetado um lucro de pelo menos US$ 11 a ação.

A receita da IBM cresceu 5,3% no primeiro trimestre, para US$ 22,86 bilhões, mas ficou estável quando ajustada pelas alterações cambiais. Os analistas ouvidos pela Thomson Reuters tinham previsto um lucro de US$ 1,93 e receita de US$ 22,75 bilhões.

A margem bruta subiu para 43,6%, de 43,4%, conduzida pela melhora das margens de lucro nos serviços globais de tecnologia e para empresas, bem como por uma margem maior da divisão de software. As informações são da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
tecnologiaIBMinformática

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.