Lucro da Johnson & Johnson cai 23% no 1º trimestre

O lucro da Johnson & Johnson recuou 23% no primeiro trimestre deste ano, em comparação com os ganhos do mesmo período do ano passado, embora a receita da companhia tenha sido impulsionada pela queda do dólar. A J&J reportou lucro de US$ 3,48 bilhões nos primeiros três meses de 2011, ou US$ 1,25 por ação, ante lucro de US$ 4,53 bilhões, ou US$ 1,62 por ação, no mesmo período do ano passado.

CLARISSA MANGUEIRA, Agencia Estado

20 de abril de 2011 | 14h46

Os resultados do primeiro trimestre incluíram encargos de US$ 271 milhões com custos associados com litígio e recall de peças de próteses de quadril. Já os números do primeiro trimestre do ano anterior incluíram um ganho de US$ 0,33 por ação proveniente de uma disputa sobre patentes com a Boston Scientific.

Excluindo esses itens, o lucro da companhia subiu US$ 1,35 por ação no primeiro trimestre deste ano, em comparação com o lucro de US$ 1,29 por ação no mesmo intervalo do ano passado. As vendas da empresa avançaram 3,5%, para US$ 16,17 bilhões, com a tendência favorável do câmbio contribuindo 1,7 ponto porcentual para o crescimento.

Os resultados superaram as estimativas dos analistas, que esperavam receita de US$ 15,87 bilhões. A companhia elevou a previsão para o lucro por ação de 2011 em US$ 0,10, para entre US$ 4,90 e US$ 5, a fim de refletir as taxas cambiais e os desdobramentos recentes em seus negócios. As informações são da Dow Jones.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.