Lucro da Maersk salta 23% no 1o semestre com vendas maiores

O grupo de transporte marítimo epetróleo da Dinamarca A.P. Moeller-Maersk anunciou nestaquarta-feira lucro líquido no primeiro semestre melhor que oesperado, apoiado por ganhos com vendas de navios e plataformaspetrolíferas. A companhia, que opera a maior frota de navios decontêineres do mundo, afirmou ainda que espera que os fretes nosegundo semestre fiquem ligeiramente acima dos registrados naprimeira metade do ano. A empresa informou lucro líquido 23 por cento maior emrelação ao obtido no mesmo período do ano passado, para 8,7bilhões de coroas dinamarquesas (1,59 bilhão de dólares).Pesquisa da Reuters estimou ganho no semestre de 8,3 bilhões decoroas. "Para o segundo semestre de 2007 esperamos que os volumesfiquem no mesmo nível do verificado na mesma época de 2006",informou a companhia em comunicado. Apesar disso, a Maerskespera que as taxas de frete para serviços de contêineres em2007 sejam 4 por cento maiores que em 2006, incluindo tarifasde combustíveis. As receitas da companhia cresceram 6 por cento, para 131,2bilhões de coroas no primeiro semestre, ante 137,8 bilhões decoroas esperadas pela pesquisa da Reuters. As ações da empresa operavam em alta de 0,87 por cento nofinal da manhã. No mesmo horário, o indicador de bolsaseuropéias FTSEurofirst 300 operava praticamente estável.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.