Lucro da Merck sobe 7% no 1º trimestre, para US$ 1,71 bi

A empresa farmacêutica norte-americana Merck anunciou nesta terça-feira, 29, que seu lucro líquido subiu 7% no primeiro trimestre deste ano, a US$ 1,71 bilhão, de US$ 1,59 bilhão em igual período de 2013. Na mesma comparação, o ganho por ação subiu para US$ 0,57, de US$ 0,52. O lucro ajustado por ação avançou para US$ 0,88, de US$ 0,85. A receita apresentou queda de 3,8%, a US$ 10,3 bilhões.

Agencia Estado

29 de abril de 2014 | 11h36

O lucro ajustado veio acima do esperado, mas a receita ficou ligeiramente abaixo das expectativas. Analistas consultados pela Thomson Reuters previam ganho por ação de US$ 0,79 e receita de US$ 10,44 bilhões. Às 10h50 (de Brasília), as ações da Merck, que integram o índice Dow Jones, subiam 2,8% em Nova York.

O resultado do primeiro trimestre foi beneficiado por cortes de custos. As despesas administrativas e de marketing caíram 8,5% ante um ano antes, enquanto os gastos com pesquisa e desenvolvimento recuaram 17%.

As vendas de produtos farmacêuticos recuaram 4,7%, a US$ 8,45 bilhões, enquanto as vendas do segmento de saúde animal tiveram declínio de 3,2%. Fonte: Dow Jones Newswires.

Tudo o que sabemos sobre:
Merckbalanço1º trimestre

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.