Lucro da Microsoft cresce 51% no 1º trimestre fiscal

Resultado foi impulsionado pelas vendas do Windows 7 e do Office 2010

Gustavo Nicoletta, da Agência Estado,

28 de outubro de 2010 | 19h54

O lucro da Microsoft no primeiro trimestre fiscal cresceu 51% na comparação com igual período do ano passado, impulsionado pelas vendas do Windows 7 e do Office 2010. O resultado superou a estimativa de analistas e as ações da companhia avançavam 3,12% no after hours.

A Microsoft informou que obteve um lucro de US$ 5,41 bilhões - ou US$ 0,62 por ação - no trimestre encerrado em 30 de setembro, em comparação a um lucro de US$ 3,57 bilhões - ou US$ 0,40 por ação - um ano antes. A receita cresceu 25%, para US$ 16,2 bilhões. Analistas consultados pela Thomson Reuters esperavam um lucro de US$ 0,55 por ação e uma receita de US$ 15,8 bilhões.

A companhia afirmou que houve um crescimento na receita em todos os seus cinco segmentos. As vendas na divisão responsável pelo sistema operacional Windows aumentaram 66% e o lucro mais que dobrou. Recentemente, a Microsoft divulgou que vendeu mais de 240 milhões de licenças do Windows 7 no primeiro ano de disponibilidade do produto.

Na divisão corporativa, cuja receita é majoritariamente gerada pelo Microsoft Office, as vendas tiveram aumento de 14% e o lucro cresceu 20%. A Microsoft informou também que as vendas do console Xbox 360 subiram 38% e que o Bing.com está ganhando espaço no mercado de serviços de busca na Internet. As informações são da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
MicrosoftWindows 7Office 2010

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.