Lucro da Oracle cresce 28% no 2º trimestre fiscal

O lucro da Oracle no segundo trimestre fiscal cresceu 28% em relação a igual período do ano passado, impulsionado pelos bons resultados tanto na unidade tradicional de softwares quanto na nova unidade hardware. As ações da companhia, que fecharam a sessão de quinta-feira com queda de 0,79%, subiam 3,96% no after hours.

GUSTAVO NICOLETTA, Agencia Estado

16 de dezembro de 2010 | 20h18

No trimestre encerrado em 30 de novembro, a Oracle teve lucro de US$ 1,87 bilhão, ou de US$ 0,37 por ação, em comparação a um lucro de US$ 1,46 bilhão, ou de US$ 0,29 por ação, um ano antes. Excluindo gastos com reestruturação e custos ligados a aquisições, o lucro da companhia no segundo trimestre fiscal foi equivalente a US$ 0,51 por ação. A receita aumentou 47%, para US$ 8,58 bilhões.

Em setembro, a Oracle estimou que teria um lucro de US$ 0,44 por ação no segundo trimestre fiscal, com crescimento de 42% a 47% na receita.

O faturamento com novas licenças, um dos principais termômetros para o crescimento das vendas de software, aumentou 21%. A unidade de hardware contribuiu com US$ 1,75 bilhão para a receita. As informações são da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
tecnologiaOraclebalançolucro

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.