Lucro da petrolífera BP cai com produção menor

A BP divulgou nesta terça-feira umaqueda de um por cento no lucro trimestral após impostos, para6,087 bilhões de dólares. A companhia enfrentou queda deprodução e interrupções de atividades em refinarias, o queevitou que a gigante petrolífera aproveitasse completamentemargens de refino que ficaram perto de níveis recorde. A BP informou em comunicado que a queda no lucro do segundotrimestre teria sido maior se não tivesse registrado ganhos nãooperacionais de 741 milhões de dólares, relativosprincipalmente à venda de campos petrolíferos e de umarefinaria britânica. A companhia é a terceira maior petrolíferanão-estatal do mundo em valor de mercado. Tirando esse ganho, o lucro, calculado excluindo mudançasno valor de inventários, caiu 12,5 por cento, para 5,346bilhões de dólares. O valor ficou acima das expectativas de lucro de 4,975bilhões de dólares, segundo pesquisa da Reuters com 10analistas. As ações da BP exibiam queda 1,25 por cento após adivulgação do resultado. Os papéis da empresa têm sidoatingidos por uma série de problemas operacionais nos últimosdois anos, incluindo atrasos de projetos, derramamentos deóleo, suspeitas de manipulação de mercado e explosão de umarefinaria que matou 15 funcionários. Investidores acompanham o trabalho do novopresidente-executivo da companhia, Tony Hayward, que assumiu emmaio depois que o ex-chefe da empresa John Browne se afastou emmeio a revelações sobre sua vida privada. O trabalho dele está mais difícil por conta de umacrescente tendência de governos da Venezuela à Rússia que estãoreservando os maiores campos de gás e petróleo para suaspróprias estatais, em vez de convidar petrolíferas ocidentaispara explorar essas reservas.

TOM BERGIN, REUTERS

24 de julho de 2007 | 09h29

Tudo o que sabemos sobre:
NEGOCIOSENERGIABPRESULTS

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.