Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Tenha acesso ilimitado
por R$0,30/dia!
(no plano anual de R$ 99,90)
R$ 0,30/DIA ASSINAR
No plano anual de R$ 99,90

Lucro da Redecard cai 13,9% no 2º trimestre

A Redecard, empresa que credencia estabelecimentos comerciais para as bandeiras de cartões de crédito, registrou lucro líquido consolidado de R$ 322,6 milhões no segundo trimestre do ano, mostrando queda de 13,9% na comparação com o mesmo período de 2010, quando foi de R$ 374,6 milhões.

ALESSANDRA TARABORELLI, Agencia Estado

28 de julho de 2011 | 10h27

A geração de caixa medida pelo Ebitda ajustado recuou 10,3%, passando de R$ 581,6 milhões para R$ 521,5 milhões. A margem Ebitda caiu 8,7 pontos porcentuais, passando de 67,4% para 58,7%. Como explica a companhia, o Ebitda ajustado equivale ao lucro operacional adicionado dos valores da depreciação e amortização, deduzindo o montante do resultado financeiro líquido, exceto a receita financeira líquida obtida com os negócios de pré-pagamento aos estabelecimentos credenciados, atividade que faz parte do seu resultado operacional.

A receita líquida totalizou R$ 888,1 milhões, com aumento de 2,9% sobre os R$ 862,9 milhões do mesmo intervalo de 2010. O resultado financeiro líquido ficou positivo em R$ 160,875 milhões no segundo trimestre.

A Redecard capturou R$ 55,7 bilhões em transações com cartões de crédito e débito no segundo trimestre do ano, representando aumento de 33,2% sobre o registrado no mesmo período de 2010 e aumento de 7,8% em relação ao primeiro trimestre de 2011.

Tudo o que sabemos sobre:
cartõesRedecardresultadolucro

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.