Lucro da United Continental recua com custos de integração

O lucro trimestral da United Continental Holdings caiu após a companhia ter registrado grandes encargos por conta da turbulenta e longa integração das companhias aéreas United e Continental.

Reuters

26 de julho de 2012 | 11h07

A United comprou a Continental em um negócio de 3,17 bilhões de dólares todo em ações, em 2010, em meio a preços voláteis de combustíveis e excesso de capacidade no setor.

A United registrou encargos de 206 milhões de dólares no segundo trimestre devido à integração de sistemas e treinamento, pacotes para demissões voluntárias e realocação de funcionários.

A empresa apresentou um lucro líquido de 339 milhões de dólares no segundo trimestre, ou 0,89 dólar por ação, comparado a 538 milhões de dólares, ou 1,39 dólar por ação, um ano antes.

Excluindo as baixas contábeis, a United teve lucro de 1,41 dólar por ação, bem abaixo da previsão de analistas de 1,66 dólar por ação, segundo a Thomson Reuters I/B/E/S.

A receita operacional cresceu 1 por cento, para 9,94 bilhões de dólares. Os custos de combustível cresceram 6 por cento, para 3,41 bilhão de dólares.

(Por A. Ananthalakshmi em Bangalore)

Tudo o que sabemos sobre:
AEREASUNITEDRESULTS*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.