Lucro da Usiminas cai, mas fica acima do previsto no 4o tri

A Usiminas, maior produtora de aços planos do Brasil, encerrou o quarto trimestre com lucro líquido de 413 milhões de reais, queda menor que a esperada pelo mercado na comparação com o mesmo período de 2009.

REUTERS

23 de fevereiro de 2011 | 09h22

Com o resultado dos últimos três meses do ano passado, a empresa acumulou lucro líquido anual de 1,584 bilhão de reais, um crescimento de 24 por cento sobre 2009.

A média de 8 previsões de analistas obtidas pela Reuters indicava que a companhia fecharia o quarto trimestre com lucro líquido de 169,3 milhões de reais, com as variações entre 110 e 284 milhões de reais.

Na comparação com o quarto trimestre de 2009, o lucro líquido da empresa recuou 38 por cento.

Já o lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização (Ebitda) somou 332 milhões de reais no último trimestre de 2010, queda de 60 por cento na comparação anual e abaixo da previsão média do mercado de 418,9 milhões de reais.

A margem Ebitda no período passou de 27,6 para 10,8 por cento, em meio a aumentos de custos de matérias-primas e queda nas vendas em volume.

A companhia produziu 1,588 milhão de toneladas de aço no quarto trimestre, queda de 14 por cento na comparação anual. A produção também recuou em relação aos três meses anteriores, que registraram 1,953 milhão de toneladas.

Enquanto isso, as vendas em volume somaram 1,579 milhão de toneladas, recuo de 7 por cento sobre o quarto trimestre de 2009 e estabilidade na comparação com as 1,55 milhão de toneladas do terceiro trimestre. A expectativa de quatro analistas obtida pela Reuters era de um volume de vendas de 1,553 milhão de toneladas.

(Por Alberto Alerigi Jr.)

Tudo o que sabemos sobre:
SIDERURGIAUSIMINASRESULTS*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.