Lucro de bancos da Espanha diminui com perdas no mercado imobiliário

CaixaBAnk, Banco Popular e Banco Espanhol de Crédito destinaram a maior parte de seus lucros para aumentar suas garantias contra as perdas no setor de propriedade

Patrícia Braga, da Agência Estado,

27 de julho de 2012 | 10h48

Três bancos espanhóis divulgaram queda nos lucros no segundo semestre, após terem separado bilhões de euros para cobrir perdas referentes ao mercado imobiliário, em meio ao aprofundamento da desaceleração da economia.

CaixaBAnk SA, o terceiro maior banco espanhol em valor de mercado, o Banco Popular Español SA, e pequeno Banco Espanhol de Crédito SA, informaram que foram obrigados a destinar a maior parte de seus lucros para aumentar suas garantias contra as perdas no setor de propriedade, após o governo ter elevado o nível de provisionamento requerido para os bancos por duas vezes este ano.

CaixaBank informou que o lucro líquido despencou 78%, para 118 milhões de euros no trimestre passado, enquanto o lucro do Popular caiu 37%, para 75,4 milhões. O Banesto, que é de propriedade do Banco Santander SA, informou que seu lucro trimestral encolheu 97%, para 14,4 milhões.

Em fevereiro, a Espanha pediu aos bancos para elevarem seu nível de provisionamento em relação aos ativos tóxicos do mercado de bens imóveis, em 50 bilhões de euros, na tentativa de diminuir a preocupação dos investidores com as perdas no sistema bancário do país. Mas três meses depois, ficou claro que o mercado continuava cético, por isso o governo pediu ao bancos para novamente separarem outros 30 bilhões de euros para cobrir perdas potenciais ainda não reveladas. As informações são da Dow Jones. 

Tudo o que sabemos sobre:
Espanhabanco

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.