Lucro do banco Wells Fargo sobe 12% no 2º trimestre

O lucro do banco norte-americano Wells Fargo & Co. aumentou 12% no segundo trimestre, para US$ 2,88 bilhões (US$ 0,55 por ação), em comparação com os US$ 2,58 bilhões (US$ 0,57 por ação) do mesmo período do ano passado. Houve uma queda acentuada das provisões da instituição para perdas com crédito. As ações em circulação do banco subiram 17%, enquanto sua receita recuou 5%, para US$ 21,39 bilhões. Analistas previam lucro de US$ 0,48 por ação e receita de 21,4 bilhões.

CLARISSA MANGUEIRA, Agencia Estado

21 de julho de 2010 | 11h31

O Wells Fargo vem registrando resultados melhores, embora não tenha provado ainda que a melhora de seu balanço é sustentável. O banco informou em abril que o crédito tinha superado sua fase mais difícil, apesar de suas provisões para perdas com empréstimos terem aumentando e de seu lucro ter piorado. Outros grandes bancos norte-americanos relataram resultados mistos no segundo trimestre, com seus lucros superando as expectativas.

As provisões do Wells Fargo para perdas com crédito totalizaram US$ 3,99 bilhões no segundo trimestre do ano, em comparação com os US$ 5,09 bilhões de igual período de 2009 e com os US$ 5,33 bilhões no primeiro trimestre de 2010. Os empréstimos que os credores não consideram cobráveis líquidos (net charge-offs) aumentaram para 2,33% dos empréstimos alavancados, ante os 2,11% no ano passado, mas recuaram em comparação com os 2,71% registrados no trimestre anterior. As informações são da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
bancoWells FargolucrobalançoEUA

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.