Lucro do Citigroup cai 32% no 1º trimestre, mas supera estimativas

Lucro do banco subiu para US$ 3 bilhões, no primeiro trimestre deste ano, de US$ 4,43 bilhões no mesmo período do ano passado

Danielle Chaves, da Agência Estado,

18 de abril de 2011 | 09h48

O lucro do Citigroup caiu 32%, para US$ 3 bilhões (US$ 0,10 por ação), no primeiro trimestre deste ano, de US$ 4,43 bilhões (US$ 0,15 por ação) no mesmo período do ano passado, enquanto a receita diminuiu 22%, para US$ 19,73 bilhões. Apesar do declínio, o lucro superou as estimativas e as provisões contra perdas com crédito foram reduzidas.

Analistas ouvidos pela Thomson Reuters previam lucro de US$ 0,09 por ação e receita de US$ 20,55 bilhões. As provisões contra perdas com crédito totalizaram US$ 3,18 bilhões nos três primeiros meses deste ano, em comparação com US$ 8,62 bilhões no mesmo período do ano passado e US$ 4,84 bilhões no trimestre imediatamente anterior. Às 9h35 (de Brasília), as ações do Citigroup subiam 1,13% no pré-mercado em Nova York.

A Citicorp, divisão de banco de varejo e comercial e de banco de investimento do Citigroup, teve queda de 19% no lucro e de 11% na receita. Já a Citi Holdings viu seu prejuízo diminuir, mesmo com redução de 50% na receita.

O Citigroup tem apresentado força renovada desde que voltou à lucratividade no ano passado. O banco se beneficiou do crescimento na América Latina e na região Ásia-Pacífico, mas vem preocupando os analistas recentemente conforme a contratação de mais pessoal e os investimentos em tecnologia aumentam as despesas da instituição. As informações são da Dow Jones.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.