Brendan McDermid/ Reuters
Brendan McDermid/ Reuters

Lucro do Goldman Sachs cresce 91% no 1º trimestre

Banco lucrou US$ 3,46 bilhões, ante os US$ 1,81 bilhão obtidos um ano antes, e registrou receita 36% maior, de US$ 12,78 bilhões no trimestre

Cynthia Decloedt, da Agência Estado,

20 de abril de 2010 | 08h32

O banco norte-americano Goldman Sachs registrou um lucro líquido 91% maior no primeiro trimestre, superando a estimativa dos analistas e em consequência de elevação das receitas. "Nosso desempenho no primeiro trimestre reflete novos sinais de crescimento da economia e de fortalecimento de nossa rede de clientes", disse o chairman e diretor-executivo do banco, Lloyd C. Blankfein.

 

As ações do Goldman Sachs subiram 2,1% no pré-mercado em reação ao anúncio de seu balanço. Até o fechamento de ontem em Nova York, as ações do banco acumulavam perdas de 3,3% no ano.

 

O Goldman registrou lucro líquido de US$ 3,46 bilhões ou US$ 5,59 por ação no primeiro trimestre, acima dos US$ 1,81 bilhão obtidos no primeiro trimestre do ano passado ou US$ 3,39 por ação. As receitas subiram 36% para US$ 12,78 bilhões no primeiro trimestre. Analistas ouvidos recentemente pela Thomson Reuters esperavam lucro de US$ 4,01 por ação a partir de US$ 11,07 bilhões em receitas.

 

O banco está sob o foco dos investidores em Wall Street, após a SEC ter acusado a instituição de omitir informações importantes a seus clientes sobre produtos estruturados a partir das hipotecas subprime. Na nota de divulgação do resultado, Blankfein tratou da questão dizendo apenas que "tendo em vista os eventos recentes envolvendo a empresa, reconhecemos o apoio de nossos clientes e acionistas e a dedicação e compromisso de nosso povo". 

 

As receitas com trading e investimentos, que compõem a maior parte das receitas do banco, subiram 43% no primeiro trimestre para US$ 10,25 bilhões. As receitas com renda fixa, câmbio e commodities, que estão dentro do trading e investimentos, avançaram 13%. As receitas com atividades de banco de investimento avançaram 44% no trimestre em comparação ao mesmo período do ano passado, mas caiu 28% em relação ao quarto trimestre. As informações são da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
Goldman Sachsbalanço

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.