Lucro do Goldman Sachs dobra no 2º trimestre

Renda fixa, câmbio e operações com commodities levaram a um ganho de US$ 1,93 bilhão

Agencia Estado

16 de julho de 2013 | 09h05

NOVA YORK - O lucro líquido do Goldman Sachs dobrou no segundo trimestre deste ano, impulsionado por ganhos com renda fixa, câmbio e operações com commodities. O banco teve lucro de US$ 1,93 bilhão (US$ 3,7 por ação), em comparação com US$ 962 milhões (US$ 1,78 por ação) no mesmo período do ano passado. A receita, incluindo lucro líquido de juros, aumentou 30%, para US$ 8,61 bilhões.

Os resultados superaram a previsão dos analistas, que esperavam lucro de US$ 2,82 por ação e receita de US$ 7,98 bilhões. No pré-mercado em Nova York, as ações do Goldman subiam 0,88%. A receita do banco com renda fixa, câmbio e operações com commodities totalizou US$ 2,46 bilhões, acima de US$ 2,19 bilhões no segundo trimestre do ano passado, embora abaixo de US$ 3,22 bilhões nos três primeiros meses deste ano.

A receita total com ações foi de US$ 1,85 bilhão no segundo trimestre, de US$ 1,70 bilhão um ano antes e US$ 1,92 bilhão no trimestre imediatamente anterior.

Analistas previam que os resultados do banco melhorariam em comparação com o segundo trimestre de 2012, mas cairiam em relação ao primeiro trimestre deste ano em áreas importantes, como operações com bônus e banco de investimento. Ambos os negócios perderam força depois de o Federal Reserve sinalizar que poderia encerrar o programa de compras de bônus destinado a estimular a economia dos EUA. Fonte: Dow Jones Newswires.

Tudo o que sabemos sobre:
Goldman Sachsresultado2º trimestre

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.