Lucro do Itaú cai 3% no segundo trimestre, para R$ 3,3 bilhões

Venda da participação de 18,9% no Banco Português de Investimento, em abril, foi uma das transações que impactaram negativamente o resultado

Altamiro Silva Júnior, da Agência Estado,

24 de julho de 2012 | 08h08

SÃO PAULO - O Itaú Unibanco anunciou lucro líquido de R$ 3,3 bilhões no segundo trimestre do ano, queda de 8,2% ante o mesmo período do ano passado e de 3% na comparação com o primeiro trimestre de 2012.

O banco também anunciou lucro recorrente de R$ 3,585 bilhões no segundo trimestre, expansão de 8% em 12 meses.

A diferença entre os dois lucros ocorre por conta de alguns eventos extraordinários. Um deles é a venda da participação de 18,9% que o Itaú tinha no Banco Português de Investimento, feita em abril. Esta transação impactou negativamente o resultado em R$ 205 milhões, líquido de impostos, e positivamente o patrimônio líquido em R$ 106 milhões, de acordo com o demonstrativo de resultados.

Entre outros pontos não recorrentes está a provisão que o banco fez para causas na Justiça questionando planos econômicos do passado e ajuste a valor de mercado da participação que o Itaú tinha no Banco Português de Investimento.

O Itaú registrou retorno sobre o patrimônio líquido anualizado de 17,9%, abaixo dos 22,2% do segundo trimestre do ano passado. O retorno sobre o lucro recorrente foi de 19,4%, ao passo que era de 20,4% no segundo trimestre de 2011.

1º trimestre

O Itaú Unibanco anunciou lucro líquido de R$ 6,7 bilhões no primeiro semestre de 2012, queda de 5,6% ante o mesmo período do ano passado. As operações de crédito totais, incluindo avais e fianças, fecharam junho em R$ 413,4 bilhões, expansão de 14,8%.

Em ativos totais, o Itaú encerrou junho em R$ 888,8 bilhões, crescimento de 12% em 12 meses. O patrimônio líquido ficou em R$ 75,6 bilhões, 14,5% maior que no mesmo semestre do ano passado. 

Tudo o que sabemos sobre:
Itaúbalançosegundo trimestre

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.