Lucro do Yahoo mais que dobra no trimestre, para US$ 396,1 milhões

Resultado positivo da empresa foi ancorado por custos menores e com a venda do site de recrutamento online HotJobs

Álvaro Campos, da Agência Estado,

19 de outubro de 2010 | 19h50

O Yahoo informou que teve um lucro líquido de US$ 396,1 milhões no terceiro trimestre deste ano, ou US$ 0,29 por ação, mais do que o dobro do lucro de US$ 186,1 milhões (US$ 0,13 por ação) registrado no mesmo período do ano passado. O lucro da empresa subiu por causa de custos menores e com a venda do site de recrutamento online HotJobs.

A receita no período subiu 1,6%, para US$ 1,6 bilhão, dentro da previsão feita pela empresa em julho, de US$ 1,57 bilhão a US$ 1,65 bilhão. No terceiro trimestre do ano passado, a receita foi de US$ 1,57 bilhão.

A receita excluindo os chamados custos com aquisição de tráfego - comissões pagas a parceiros - recuou 0,6% no terceiro trimestre deste ano, para US$ 1,12 bilhão. A receita com publicidade própria e terceirizada subiu 17%, mas a receita com anúncios ligados a buscas recuou 7%.

A companhia divulgou também uma previsão para a receita, excluindo os custos com aquisição, para o quarto trimestre, de US$ 1,13 bilhão a US$ 1,23 bilhão, abaixo das estimativas médias dos analistas, de US$ 1,26 bilhão.

Os resultados são divulgados em meio a uma incerteza sobre o futuro do Yahoo, com rumores sobre possíveis ofertas de aquisição e sobre a permanência da executiva-chefe, Carol Bartz, no cargo. Informes de que a AOL e empresas de private equity estão considerando uma oferta pelo Yahoo impulsionaram as ações da empresa na semana passada. A pressão sobre Bartz tem crescido, com um pequeno grupo de críticos e analistas de Wall Street ficando impaciente com o ritmo da recuperação.

Às 19h26 (de Brasília), as ações do Yahoo operavam em alta de 1,87%, a US$ 15,78 no after-hours. Além de o lucro ter sido melhor do que o esperado, Bartz destacou o crescimento nas receitas com publicidade e a melhora nas margens operacionais. As informações são da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
Yahooaçõeslucrorecrutamento online

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.