Lucro líquido da America Movil cai 21% com perdas cambiais

O enfraquecimento das moedas na região afetou a exposição à dívida da empresa em dólares e outras moedas

Agência Estado,

27 de outubro de 2011 | 23h15

O lucro líquido da mexicana America Movil SAB caiu 21% no terceiro trimestre em relação ao mesmo período do ano passado como resultado de perdas cambiais, enquanto a receita e os assinantes de internet sem fio aumentaram acima das expectativas.

O ganho sem desconto de juros, impostos, depreciação e amortização aumentou 1%, para 64 bilhões de pesos (US$ 4,8 bilhões), mas o lucro líquido caiu para 18,7 bilhões de pesos, com o enfraquecimento das moedas na região afetadas pela exposição à dívida em dólares e outras moedas. As ações da America Movil fecharam em alta de 2,5% na Bolsa de Valores do México, em 16,93 pesos.

A empresa disse que sua receita subiu 8% em relação ao terceiro trimestre do ano passado, para 167 bilhões de pesos mexicanos (US$ 12 bilhões). Esperava-se que a empresa gerasse uma receita de 163,9 bilhões de pesos no trimestre, de acordo com a pesquisa da Dow Jones com analistas.

A empresa, controlada pelo bilionário Carlos Slim, aumentou os assinantes de internet sem fio para 5,5 milhões no terceiro trimestre, elevando o total para 241,5 milhões. O Brasil liderou o aumento, com 2 milhões de novos assinantes.

As informações são da Dow Jones. (Paula Moura)

Tudo o que sabemos sobre:
America Movil SABtelecomunicações

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.