Lucro líquido da Itaúsa avança 51,5% no 2º tri, a R$1,79 bi

A holding Itaúsa teve lucro líquido consolidado de 1,794 bilhão de reais no segundo trimestre, avanço de 51,5 por cento sobre o mesmo período do ano anterior, informou a holding que controla o banco Itaú Unibanco, nesta terça-feira.

REUTERS

12 de agosto de 2014 | 08h46

O lucro líquido individual, que não considera o lucro atribuível a acionistas não controladores, ficou em 1,757 bilhão de reais, avanço de 57,6 por cento na mesma base de comparação.

O resultado foi divulgado após o Itaú anunciar lucro recorde para o segundo trimestre, a 4,899 bilhões de reais, alta de 36,7 por cento ante mesma etapa de 2013, apoiado no efeito de maiores taxas de juros nas operações de crédito, no controle da inadimplência e em maiores receitas com serviços.

A Itaúsa, que também controla Duratex, Elekeiroz e Itautec, encerrou junho com patrimônio líquido consolidado de 38,493 bilhões de reais, contra 34 bilhões um ano antes.

As receitas operacionais totalizaram 5,8 bilhões de reais no primeiro semestre do ano, avanço de 19 por cento sobre os seis primeiros meses de 2013.

Com a divulgação do resultado, o Conselho de Administração da Itaúsa anunciou distribuição de juros sobre o capital próprio no valor líquido de 0,0697 real por ação, com base na posição acionária do 13 de agosto e data da pagamento de 25 de agosto.

(Por Priscila Jordão)

Tudo o que sabemos sobre:
EMPRESASITAUSAINVITAURESULTS*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.